Sala de Espera

Foram longos os minutos enquanto esperava para ser chamado à sala de cirurgia. Acompanhar o nascimento, apesar de parecer lógico, não foi uma decisão fácil. E muito mais difícil seria, caso soubesse da existência daquela maldita Sala de Espera, que nada mais é que um local onde o pai aguarda ser chamado para acompanhar o parto, mas para aquele que lá permanece, assemelha-se mais a um portal tridimensional onde tempo é desproporcional e segundos e séculos têm a mesma duração.

E foi lá, naquela sala de espera, que vi o sofá se transformar em uma máquina do tempo, que me trouxe lembranças do passado e me mostrou as expectativas para o futuro. Afinal, depois desse dia, nada mais seria como antes.

A primeira lembrança foi do meu pai, e em como em meio a toda a alegria vivida durante os nove meses de gestação, faltou-me aquele abraço forte e orgulhoso. Imaginei aquele sorriso inapagável de avô abobalhado ansioso pela chegada do neto. Aí caíram as lágrimas ao visualizar um futuro impossível no qual Paulo e João Gabriel brincavam juntos, avô e neto, meu pai e meu filho. Mas, logo lembrei que, felizmente, há pessoas dispostas a fornecer ao meu filho esse amor físico que meu pai só poderá dar por espírito, e, então, o preto virou cinza. Mas deixo a certeza, Pai, que o João Gabriel sempre ouvirá falar de você.

Depois sorri quando pensei em minha mãe. Sorri por saber que esse amor ele terá oportunidade de receber, incondicionalmente, para sempre. Sorri mais ainda ao imaginá-lo dizendo estar com saudades da Vovó Lygia, e fazendo com ela o que bem entender, assim como o pai fez quando criança. Pensei na minha irmã, no meu irmão e em minha amada sobrinha. Pensei em como estamos reiniciando nossa família, e como temos todas as possibilidades de sermos felizes. Pensei na família da minha esposa, hoje minha família também, e no amor, igualmente incondicional, que eles reservam ao meu filho. Pensei nos amigos, e nos filhos que eles terão, formando também, ao nosso lado, suas famílias.

Enfim, pensei na Renata, minha amada esposa, e no presente que dali a pouco ela me daria. Pensei na inevitabilidade do destino e em como as coisas já estão escritas. Lembrei de cada minuto desses 6 anos juntos, e em como eles virarão 60 um dia. Aí desabei quando vi nosso futuro. Um choro alegre, vindo de um homem feliz e completo, que enxergou nada mais que felicidade.

E, finalmente, quando a enfermeira chamou “acompanhante da Sra. Renata”, a única coisa que veio a minha cabeça foi a resposta: “Para sempre!”

TE AMO JOÃO GABRIEL! VOCÊ É A LUZ NO INÍCIO DO MEU TÚNEL!

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://vandosquebrados.wordpress.com/2008/12/01/a-sala-de-espera/trackback/

RSS feed for comments on this post.

21 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Feliz estamos nós de participarmos desta linda história.

    Esperamos poder caminhar junto nestes “60”.

    Abs.

    Caco, Chá, Ana Luíza e Bohemia!!!

  2. SEM PALAVRAS…..LINDISSIMO TEXTO…MUITA EMOÇÀO..MUITO AMOR…MUITO TUDO!!!!!!!!AMO VC SE POSSIVEL MAIS HOJE POR TER ME DADO JOÀO GABRIEL…..
    MAMA

  3. Parabéns Finazzi!!!
    Felicidades à família.
    Abs

  4. Afff… precisei ler por partes!!

    Vc é TUDO pra nós… pra SEMPRE!!!
    Te amamos,

    Rê e João Gabriel

  5. Gd Ragazzo,

    Belo texto…belo texto! Senti gd emoção ao lê-lo, por saber que estás feliz, seu filho e esposa com saúde. E que seu pai o acompanhará apenas lá de cima, bem para mim, ele virá visitá-los sempre que possível e com certeza estava naquele momento ao lado de vcs no hospital. Gd emoção sentida, pois tbm serei papai, mas apenas daqui 6 meses.

    Muita luz a vocês e João Gabriel, nome de um discípulo de Jesus e um anjo amado.

  6. Rágaz,
    Fico contente com sua felicidade,e que este fruto enviado por Deus, Traga muita luz em vossas vidas.

    Michel e familia

  7. É isso aí Ragas…

    Eu e a Olívia desejamos a vc, Rê e João Gabriel toda a luz para percorrer todo o túnel, estrada, ponte e viaduto dessa coisa maravilhosa e esquisita que se chama vida.

    Obrigado por fazer-nos parte de suas vidas, e sem sombra de dúvidas tbem estaremos nos 60, 70, 80 anos juntos… saiba q somos padrinhos extremamente orgulhosos da benção e beleza q é o João Gabriel.
    Abração,
    MM e Olívia.

  8. Sem palavras… O texto conseguiu exteriorizar o que um pai sente neste mágico momento. Acho que sentirei o mesmo quando chegar a minha vez!
    Felicidades e saúde a todos!!

  9. Ragazzo,gostei muito,muito do texto!!!
    um grande abraço nessa família linda,
    Léa

  10. Oi muleke, primeiro fiquei maravilhado com nosso menino..que chegou lindo e cheio de saúde e ver nos seus olhos e no da Re, tanta felicidade e a conciência que a partir daquele momento, nada seria igual e dava-se início ao novo e fantástico ciclo em suas vidas. E para minha alegia, recebo uma foto do João me dando a honra de ser seu vôvô postiço…puxa é muita honra mesmo.
    Quanto a seu texto….lindo, mas com tanta inspiração foi fácil…beijos

  11. Lindo texto, assim como o João Gabriel, apesar de só vê-lo pelo celular, mas vi que é um lindo bebê, saudável e muito amado, sei que ele ainda trará muitas, várias alegrias ao seu lar e todos ao seu lado. Felicidades ao casal, curtam, babem e dêem todo amor ao João Gabriel. Beijos na Renata, no João Gabriel e PARABÊNS, PARABÊNS!!!!!

  12. João Gabriel

    Sua vida vai se fácil tendo um pai assim tão orgulhoso e feliz .
    Amor vai ter de sobra.Carinho nem se fala.Aconchego da vovó vai ser moleza.Saúde dá para ver que vai esbanjar.
    A única coisa que vai ter de fazer é abrir os olhinhos e viver esta delícia que é a vida com amor
    Beijos
    Tay

  13. Emocionante… Parabéns ao João Gabriel que ainda não sabe, mas vai saber, o pai maravilhoso que tem!
    Beijos
    Aurea

  14. Sem palavras para descrever o que senti ao ler este conto!
    F.A.N.T.Á.S.T.I.C.O…
    Sensacional…
    Parabéns Raga´s, Rê, Freddy e João Gabriel, tenho orgulho de fazer parte desta história.

  15. Texto lindo e emocionante…
    Parabens a você e à Tata pelo tão querido João Gabriel!
    Ele terá orgulho dos pais que tem!
    Beijos!!

  16. Dá-lhe, papai novo! Agora é só felicidade.

    Este é o blog-família por excelência.

    Abração!

  17. Até parece um filme que a gente assistiu:como pai senti a mesma coisa!

  18. Queridão!

    Nosso cartão de fim de ano, como era de se imaginar, está lá no blog.
    Espero que você goste!
    Abraço!

    http://minicontosperversos.blogspot.com/

    PS.: e esse negócio de ser pai não justifica a ausência da blogosfera viu?

  19. Agradecemos ao João por trazer a nossa casa um amigo/vizinho que estava sumido.

  20. Confesso que fiquei emocionado. Parabens!

    Obs: menos do que no show da Madonna, mas fiquei.

  21. Muito bonito Ragas! Sabe que estamos no mesmo momento de vida, e realmente descreveu muito do que senti também. Parabéns!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: